sexta-feira, 22 de agosto de 2008

O menino toca o violão
Entretido, todo resto lhe parece em vão

O menino toca o violão
Nada o atrapalha,
ainda que o barulho de um avião

O menino toca o violão
Uma corda arrebenta,
mas ele não faz questão
Toca chorinho, toca chorão

O menino toca violão
Ela chega
E, só então,
Ele o joga ao chão

5 comentários:

Autora Escondida disse...

Que poesia bonita! Adorei... O final ficou muito legal.

rizbicki disse...

:)

Grande Rael disse...

hehe, mto bom, violão @_@
*abaixo captcha no comment*

Z disse...

Profundo...

Talvez o autor do blog devesse se espelhar mais na personagem talvez-não-fictícia do poema ;)

Autora escondida disse...

O melhor até agora.